Nexus Assessoria

Notícias

MULHER ASSASSINADA EM NANUQUE COM 6 TIROS FOI CANDIDATA A VEREADORA E OBTEVE 6 VOTOS

MULHER ASSASSINADA EM NANUQUE COM 6 TIROS FOI CANDIDATA A VEREADORA E OBTEVE 6 VOTOS
09 agosto
14:43 2017

florentina-c

Dos nove candidatos a vereador apresentados pelo PSL, partido do ex-prefeito Ramon Ferraz Miranda (2013-2016), nas eleições do ano passado em Nanuque, a dona de casa Florentina Souza Caldeira foi a menos votada, somando apenas seis votos. No total, o partido alcançou 927 votos, quantidade insuficiente para garantir uma vaga na Câmara Municipal. O mais votado, ex-vereador José Otoni, que disputava reeleição, chegou a 431 votos e acabou ficando fora do Legislativo, após quatro mandatos consecutivos.

florentina veread

Na manhã desta quarta-feira (9), a cidade acordou com a notícia de que Florentina fora assassinada na madrugada com seis tiros, sendo dois nas costas, um abdômen, um no pescoço, um no ombro esquerdo e um na cabeça. Aos 54 anos (completaria 55 no dia 11 de outubro), ao lado do seu corpo havia um bilhete escrito “morreu porque era olheira dos caras do Campinho e Santa Helena”.  A vítima tinha passagem por tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, moradores ouviram vários barulhos de tiros e depois encontraram a vítima já morta na rua Pouso Alegre, no bairro Getúlio Vargas. Próximo à mulher foram apreendidos uma cápsula de munição 9 milímetros, uma carteira com R$ 350 e o bilhete. Ninguém foi preso e a Polícia Civil vai investigar o caso.

Na disputa de vereador, o PSL formou coligação com o PEN, PSB e PP, intitulada “Somos Todos Mais Nanuque”. Os quatro partidos, juntos, totalizaram 1.314 votos. Florentina possuía ensino fundamental incompleto. Seu histórico partidário inclui filiação ao PR em 29/8/1999, permanecendo até 20/11/2014, quando ingressou no PSL.

 

Enviar

Busca de notícia

Redes Sociais

facebooktwitterPágina

Horóscopo Virtual